segunda-feira, 5 de julho de 2010

O Perigo da Babá Eletrônica.



Perigo na tela

Identifique mensagens subliminares nos desenhos infantis

O Subliminar na TV
A televisão é "o principal fator de retardamento intelectual e afetivo" do mundo contemporâneo'. André Lwoff - Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia em 1965

Origem:

A primeira experiência oficial com mensagem subliminar, ou seja, com estímulos que não se percebem conscientemente, na televisão, foi realizado em 1974. Sam McLoud, da Telecast, fez 4 inserções da frase 'GET IT' num filme publicitário do jogo "Kusker Du". O comercial , que foi veiculado antes do Natal com a mensagem 'escondida' - "compre-o", projetada numa fração de segundo e repetida 4 vezes dentro do anúncio, foi o responsável pelo aumento inesperado e considerável das vendas do brinquedo. McLoud, defendeu-se alegando que o governo americano não teria definido o que era subliminar, e que a proibição teria sido arbitrária e sem critérios.

O Merchandising:

De lá para cá, grande foi o avanço da utilização das mensagens subliminares na TV, geralmente sob o nome de 'merchandising'. Convencionou-se chamar de 'merchandising' toda vez que um produto ou idéia aparece na TV, cinema, teatro, revistas e mídia em geral, em sua situação normal de consumo ou utilização, sem declaração ostensiva de seu nome, marca ou registro. A Rede Globo por exemplo, como não pode aumentar o numero de comerciais nos intervalos, faz com que seu faturamento com o 'merchandising' cresça a cada dia. (Jornal da Tarde-09/set/83). Você não acha isto lamentável ? "No meio publicitário, é considerada antiética e até proibida a propaganda subliminar... mas há formas sutis de propaganda subliminar, que podem vender de tudo - idéias, conceitos, ideologias, desejos - sem que nenhuma lei possa impedir". (Jornal A Tribuna, de Santos-12/jul/89). Fica mais fácil entender agora porque foi considerável o aumento do consumo de cachaça no Brasil, principalmente 'Saramandaia' depois que a novela foi ao ar, ou o aumento de casos de meninas e adolescentes grávidas depois que Xuxa admitiu realizar seu grande sonho de ser mãe (sem necessidade de casar-se para isso). São muitos os casos de inserção de mensagens na TV, citaremos alguns mais conhecidos:Toalhas Artex, onde o ator aparecia saindo do banho utilizando a toalha, o batom Boca-loca da novela 'Ti-ti-ti', calcinhas Hope da novela 'Roque Santeiro, etc. Você ainda acredita em coincidência e Papai Noel ?

A Pedofilia na TV:

Já vimos que não só produtos podem ser vendidos através de mensagens subliminares, mas também ideologia e crimes ! Preste atenção nas declarações de Aguinaldo Silva, 57 anos, um dos novelistas mais importantes e mais bem pagos do país, autor dos maiores sucessos de Ibope da televisão como Roque Santeiro, Tieta, Pedra Sobre Pedra, Fera Ferida, Vale Tudo e Suave Veneno. Aguinaldo, homossexual assumido, já vendeu de tudo no horário nobre: pedofilia, aborto e homossexualismo ! Você não acredita ? Lá vai:

"Em Tieta, existia o personagem Coronel da Tapitanga (interpretado por Ary Fontoura), que era pedófilo e que comprava menininhas para criar. É uma história que não existia no livro de Jorge Amado, que foi inventada por mim e que era delicadíssima. Era pedofilia. As pessoas viram aquilo e não ficaram chocadas. Pode-se falar de qualquer coisa na televisão e nas novelas, desde que se leve em conta que se está escrevendo para 60 milhões de pessoas. Agora mesmo a personagem da Glória Pires em Suave Veneno fez um aborto. A Igreja não teve nenhuma reação". (Revista Isto É-09/ago/99)
Aguinaldo, que em 'Torre de Babel' já havia retratado o romance vivido por duas lésbicas, ainda ganha muito bem para escrever estas coisas, e não é pouco: Em 1999 eram mais de 60 mil reais por mês !
Aqui no Brasil, ainda prevalece em muitos casos a história dos dois pesos e duas medidas:
Cadeia pra uns e Ibope pra outros!

A Influência Erótica sobre Crianças e Adolescentes:

"Crianças de 6 a 10 anos...encontram-se na fase que, em Psicanálise, é chamada de latência (ou seja, período de reorganização e preparo para puberdade), A estimulação e a exposição precoce ao erotismo leva a criança a 'queimar uma etapa', ou seja, a passar pela latência sem elaboração e organização. Na prática clínica, especialmente, temos visto cosequências negativas dessa inadequação dos programs oferecidos às crianças." Relatório do Núcleo de Estudos Psicológicos - Unicamp - 1993

Agora, preste mais atenção ainda nas declarações feitas pelo ator Kadu Moliterno, 47 anos, da Rede Globo, que tem toda a sua carreira associada às emissoras de TV, desde que estreou há 29 anos em 'As Pupilas do Senhor Reitor': "Ela (a TV) só se preocupa com a guerra suja do Ibope e se esquece de educar as crianças. Não deixo meus filhos assistir nem às minhas novelas. São cheias de maus exemplos ! Ele não permite que seus filhos assistam a programas superconhecidos das crianças de sua idade (2, 5 e 7 anos), como: Planeta Xuxa, Angel Mix e personagens como Tiazinha e Ratinho.(Revistas Ana Maria e Contigo). Os programas infantis, que freqüentemente mostram dançarinas seminuas, apresentadoras sensuais, entrevistas maliciosas e piadas picantes, geralmente relacionadas à sexo, induzem as crianças à imitação e terem um comportamento semelhante. "...É preciso também ficar atento quando sua filha começa a se identificar com Xuxa, Angélica ou outros ídolos criados pela televisão...A menina que traça esse tipo de programa como padrão de comportamento está desenvolvendo um desejo sexual de uma garota de 16 anos. Ela já sabe o que é uma relação sexual ou um beijo na boca. O que os pais têm de fazer é questionar essas fixações e oferecer outros modelos". (Carlos M.Alvarez, professor e psicanalista que estuda o tema há 8 anos)

TV só depois dos 2 anos

"As primeiras experiências sensoriais na infância são tão importantes e marcantes, que tais impressões são as últimas a sobreviverem, quando o cérebro se desorganiza diante da senilidade, apoplexia, traumatismos físicos e mentais e outros acontecimentos psicofísicos. São também as primeiras a voltarem à recordação, após período de amnésia. Comprova-se assim quão fortes e persistentes são as imagens e impressões vivenciadas e presenciadas na infância" Dr. Bernardino Mendonça Carleial - Psicólogo e Clínico, enunciando um princípio da Medicina de enorme alcance para a formação da infância.

Crianças de menos de 2 anos não devem ver TV, e as crianças maiores e os adolescentes não devem ter TV no quarto. Essas são algumas das recomendações de um estudo divulgado na semana passada pela Academia Norte Americana de Pediatria. De acordo com o estudo, a TV pode afetar a saúde física e social dos jovens. No caso dos bebes, a TV não é indicada pois é uma atividade na qual há pouca interatividade com os pais e com outras pessoas. A educadora Peggy Charren, da Ação pela TV das Crianças, entidade que luta por uma melhora na qualidade da programação da televisão dos EUA, engrossa o coro dos que recomendam aos pais que não deixem seus filhos ver TV antes dos 2 anos. (Folha de S.Paulo-10/08/99).

E o que falar da influência dos "Teletubbies"? Os personagens do seriado infantil inglês viraram ícones gays em quase todo mundo. Entre todos os personagens da série , Tinky Winky é o favorito dos homossexuais. Ele tem na cabeça um tipo de antena em forma de triângulo de cabeça para baixo, que dentre tantos significados, simboliza o movimento G.L.S (Gays, Lésbicas e Simpatizantes). Além disso, é de cor roxa, com a qual os homossexuais se identificam bastante e para completar ainda carrega uma bolsinha, evocando o estereótipo. Na série, ela é a sua 'mala mágica'. Repare que é um personagem masculino, porém fala fino e tem trejeitos efeminados.
Certamente você deve estar se lembrando de Gasparzinho, o 'fantasminha camarada' que nunca teve namorada. (Revista Veja 12/mai/99).

Os Desenhos (muito) Animados:

Nunca os Desenhos Animados ocuparam tanto o tempo e as mentes das crianças e dos adolescentes, quanto nestes últimos anos. Quando a garotada está se cansando das infindáveis repetições de um desenho, um outro é lançado e com ele, um enorme pacote de bugigangas, como estojinhos, mochilas, sapatinhos, cadernos, relógios, super-escudos, armaduras e é claro: as armas! É o merchandising se fazendo presente de novo...
Listaremos a seguir os principais desenhos, de acordo com sua influência no subconsciente, fato que leva os pequenos e também os adolescentes ao consumo desenfreado, ao vício, e por que não, à violência?

Caverna do Dragão

Um dos desenhos de maior sucesso da TV brasileira. O desenho na verdade nasceu de um jogo de RPG, "Dungeons & Dragons".

O FINAL DE "CAVERNA DO DRAGÃO" - Mestre dos magos é o Demo. A história é tão sinistra que é difícil não se surpreender. Segundo o boato, o dragão Tiamat seria na verdade um anjo, enviado para dizer que os garotos nunca conseguiriam retornar ao seu mundo... porque eles estavam mortos! Após um acidente fatal na montanha-russa, Hank e seus amigos morreram e foram destinados a permanecer para sempre no inferno. Lá eles estariam sendo vítimas das maldades do Demônio, que aparecia ora na forma de Vingador, ora na forma de Mestre dos Magos. Para auxiliar seu trabalho, o Coisa-ruim tinha a ajuda de Uni, que sempre impedia as crianças de retornar para a Terra. Esta trama macabra foi amplamente divulgada na Internet e tão bem contada que muita gente passou a tomá-la como sendo verdadeira. Para acabar com as dúvidas, a Herói 2000 conversou com dois roteiristas e o criador do desenho, que concordaram em uma coisa: é tudo papo furado! > Gary Gyrax, produtor e criador de Caverna do Dragão, é quem define: "Não há verdade alguma nisso. Nenhum episódio assim foi produzido. Tiamat não é um anjo e nem ajuda de maneira nenhuma". Já Mark Evanier, um dos roteiristas da série, é mais enfático: "Isto é completamente falso! Apesar de vários finais possíveis terem sido discutidos, nenhum último episódio foi realmente produzido". O escritor Michael Reaves, roteirista de oito episódios, completa: "Caverna do Dragão foi um desenho muito sombrio para sua época - tanto quanto é Gárgulas hoje. Nós o levamos o mais longe possível para um programa infantil". Apesar de Caverna ter sido um desenho à frente de seu tempo, Reaves diz que não haveria chance nenhuma de uma história deste tipo ter ido ao ar: "Os garotos não ficaram presos no inferno, nem o Mestre dos Magos é o demônio ou coisa parecida. Essa história toda é absurda", diz. Mas então, qual é a verdade afinal? [EXTRAÍDO DA REVISTA HERÓI 2000]

O Verdadeiro Final

Ao final do terceiro ano da série, a CBS decidiu colocar no ar um episódio que encerrasse a temporada. Michael Reaves escreveu aquele que pode ser considerado o verdadeiro último capítulo da série: Requiem. "Este episódio foi escrito de forma que tivesse um duplo sentido, ambíguo e triunfante: se o desenho não continuasse, o final seria satisfatório; se continuasse, o episódio serviria de trampolim para uma nova direção". Reaves finalizou o Script de Requiem em maio de 1985. Para sua surpresa (e a de todos), a série foi encerrada bruscamente e este roteiro acabou nunca saindo do papel. Gary Gyrax explica o fato: "Em 85, a equipe do desenho se reuniu com os executivos da Marvel e da CBS e foi decidido que a série continuaria na temporada seguinte. Os seis garotos - mais velhos e experientes - seriam chamados de volta ao mundo da Caverna do Dragão pelo Mestre dos Magos. Três scripts do desenho foram feitos e eu até aprovei um deles. Mas algumas dificuldades surgiram. A D&D Corp. fechou e a CBS junto com a Marvel decidiu não continuar mais com o desenho. A nova série acabou cancelada antes mesmo de ser produzida". Caso resolvido e encerrado.

O Final que Ninguém Viu

Requiem pode ser considerado o verdadeiro final de Caverna do Dragão. Escrito há quase quinze anos, a história traz algumas revelações surpreendentes e um desfecho que certamente agradaria os fãs. "Eu gostaria que o episódio se chamasse Redemption (Redenção), mas a emissora achou que este nome dava muito na cara", diz Michael Reaves. Com a série cancelada, o roteiro nem chegou a virar desenho. O script pode ser lido na íntegra no site do escritor (http://www.mindspring.com/~michaelreaves/Requiem.htm) . Veja o resumo da história: O episódio inicia com os seis garotos enfrentando uma hidra. O Mestre dos Magos aparece durante a briga mas se recusa a ajudá-los, o que causa estranhamento geral. Mais tarde, o Vingador surge e apresenta uma maneira para a turma voltar ao seu mundo: encontrar uma chave escondida e arremessá-la em um abismo. A proposta faz o grupo se dividir em dois (Eric, Presto e Sheila de um lado e Hank, Bobby, Diana e Uni do outro). Após quase morrerem em um vulcão, eles se juntam novamente e encontram a tal chave dentro de um sarcófago com a imagem do Vingador. Ao serem atacados por uma ameba gigante, Eric usa a chave em uma fechadura e salva seus amigos da morte certa. Isso faz o Vingador se transformar em sua forma real (um cavaleiro) e se revela filho do Mestre dos Magos. Com o Vingador libertado, os garotos ganham a opção de voltar para seus lares. O episódio termina sem o espectador saber se eles retornaram ou não para a Terra, deixando aí o espaço para uma continuação na temporada seguinte.

Dragon Ball

Animação japonesa, com muita pancadaria e esquisitices, cuja temática são as Artes Marciais, já virou febre, não só entre as crianças, mas também entre os adolescentes.O desenho é o mais assistido atualmente da TV paga (Cartoon Network), com audiência média de 9 pontos (lembrando que cada ponto, equivale a 80 mil telespectadores). O desenho estreou no Japão (pra variar...) em 1986 e levou 10 anos para desenrolar-se em três fases: - Dragon Ball, Dragon Balll Z e Dragon Ball GT. O desenho, que também faz sucesso na TV aberta, em sua trama mirabolante, mistura alienígenas, dragões e uma dose de simbologia ocultista. O personagem principal é Goku, um garoto que sai pelo mundo em busca de 7 esferas de cristal que, quando juntas, invocam um dragão (Shen-lon) que satisfará seus desejos. A história tem também um Mestre (este não podia faltar) que o fará um grande lutador, de quebra, um demônio chamado Piccolo. A febre também atingiu as histórias em quadrinhos e, 130 mil revistas já são vendidas mensalmente, sem falar, é claro, dos games, brinquedos e outras quinquilharias com o personagem. Pode-se observar também, a inserção subliminar do número 666, também conhecido como 'número da besta', na porta do carro do personagem Mr. Satã. (Revista Veja-18/07/01)

Digimon

Animação japonesa que segue os mesmos moldes de todas anteriores. Não faltam seres sinistros encapuzados, monstros, e um enredo que envolve os pequenos pelas sequências das cenas, das cores utilizadas e a trama, sempre envolvente. Analisamos um episódio de Digimon e, numa cena quase que imperceptível, quando pausada em "slow motion" verificamos a presença de uma simbologia bastante complexa, numa antiga mesa de pedra. Nela havia várias inscrições entalhadas de Pentagramas (o signo mais antigo do satanismo) e, do lado direito, um esquado entrecortado por um compasso, ícones maiores da maçonaria. Depois de fazermos inúmeros testes com públicos de diferentes idades em nossas palestras, ficou comprovada a eficiência desta inserção subliminar.

Pokémon

Criados pelo japonês Satoshi Tajiri, que,quando pequeno, além de criar insetos, tinha uma fixação:ser entomologista. Com seus sonhos frustrados devido à ocupação imobiliária de seu país, no final da década de 70 com a construção de grandes shoppings nas áreas de agricultura do arroz, Tajiri, criou os Pokémons na forma de lagartas, traças e caranguejos, espalhados por bosques e rios virtuais. Com a ajuda de um amigo, Pockémon virou um game em 1996, quando o projeto foi comprado pela Nintendo.(Revista Época-27/12/99). Dado o sucesso do jogo, logo se transformou em Desenho Animado e, em seguida, filme, ou melhor "O Filme" que, até o início de dezembro de 99, ou seja, com poucos meses de lançamento, já havia arrecadado US$ 80 milhões. Quanto às suas influências, visite as seções "Nos Games" e "Notícias".

Alguns casos relacionados à influência da TV.

Na tarde do dia 16/dez/97, quase 12 mil crianças japonesas foram afetadas pelas cenas de Pokémon, desenho animado que nasceu de um mini-game, virou desenho animado e depois filme no cinema. Do total das pessoas afetadas pelo desenho Pokémon, que é uma junção das abreviatura de Pocket (bolso) e Mon (monster=monstro), 700 precisaram ser internadas em hospitais locais no Japão. Elas foram vítimas de ataques de um caso raro de epilepsia, chamado de Epilepsia Fotossensível provocados pela explosão de flashes coloridos, em golpes luminosos desferidos contra Pikachu e seus colegas. O bombardeio de luzes teria provocado esta espécie de ataque epilético. Este fato fez com que Pokémon fosse tirado do ar durante quatro meses. (Revista Época-27/12/99) Leia mais a respeito desta causa, em "Perigo à Vista" na Seção "Nos Games".


Ainda sobre os 'Pokémon': Quatro alunos de segundo grau foram presos na Filadélfia, por atacar outros estudantes a fim de furtar cartões com exemplares de Pokémon. Um estudante de 14 anos, foi esfaqueado em Quebec, no Canadá, em uma briga também pelos cartões. Na Carolina do Sul, um menino foi acusado de quebrar uma vitrine para roubar cartões no valor de 250 dólares. (Revista Educação). Este desenho foi banido da TV na Turquia. O governo tomou esta medida depois que duas crianças morreram depois de se jogarem da varanda dos apartamentos onde moravam. Elas teriam feito isso influenciadas pelos superpoderes dos personagens dos desenhos. Mais detalhes na seção:"Notícias".Veja mais sobre Pokémon, na seção: "Nos Games".


Em Fev/00, o país assistiu chocado a uma cena brutal. O menino D.J.G, de 9 anos, deu 40 facadas nas costas de sua amiga M.D.N., de 7 anos, enquanto assistia a um programa de TV. O menino disse à polícia que agiu inspirado no filme "Brinquedo Assassino", que havia visto na televisão uma semana antes. No filme, o boneco Chucky 'incorpora' o espírito de um criminoso e passa a matar as pessoas. Trata-se de uma produção americana de 1988 que fez tanto sucesso que teve mais duas continuações, uma delas a 'Noiva de Chucky'. A menina só não morreu porque a faca utilizada era dentilhada, o que dificulta a penetração da mesma no corpo. (Jornal da Tarde-10/fev/00, Revista Educação mar/00)


Os Power Rangers foram proibidos no Canadá . A Corte Suprema chegou a conclusão que a maioria dos crimes na adolescência era devido a influência deles. Foram criados por uma seita satânica no Japão - Iokamura em 1972. Um garoto estava brincando no Panamá, com os P.Rangers das 8 as 12 hs, quando caiu e começou a retorcer-se. Levantou-se, pegou uma faca e tentou matar o irmão de 2 meses e dizia "No Risen to live" - Não há razão para viver.; conforme a tradução que vai para o Panamá. Crianças no Panamá estão se suicidando por causa dos Power Rangers.(Dr.Josue Yrion -USA-97).

Um comentário:

  1. MELHOR SITE DE VENDAS http://www.mercadozets.com.br/

    VENDE DE TUDO

    BABÁ ELETRÔNICA
    ...
    http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?texto=baba+eletronica&IDCategoria=110

    VENDE DE TUDO TEM BERÇO ELETRONICOS CELULARES TV NOTEBOOK COMPUTADOR ACESSORIOS PARA CARROS BRINQUEDOS ARTIGOS INFANTIS E MUITO MAIS

    ResponderExcluir